O “Cidadão Lusitano” de Inocêncio António de Miranda (1822)

The “Lusitanian Citizen” of Inocêncio António de Miranda (1822)

Jorge Fernandes Alves
CITCEM – Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Inocêncio António de Miranda (1761-1836), abade de Medrões, foi deputado nas Cortes Gerais e Extraordinárias de 1821-1822, com intervenções várias. Inicialmente professor régio de gramática Latina, antes de tomar ordens eclesiásticas, Inocêncio de Miranda publicou, entre outros, um texto que se pode classificar como um catecismo constitucional – “O Cidadão Lusitano: breve compendio em que se demonstram os fructos da Constituição, e os deveres do cidadão constitucional para com Deus, para com o rei, para com a patria, e para com todos os seus concidadãos; dialogo entre um liberal e um servil, o abbade Roberto e D. Julio” (Lisboa, 1822). A comunicação procura enquadrar o deputado no contexto político, revisitar as suas intervenções parlamentares e evidenciar a relevância do texto referido, bem como registar as reações que suscitou no contexto da implantação do liberalismo.

Palavras-chave:

Liberalismo, Parlamentares, Catecismo político


Inocêncio António de Miranda (1761-1836), abbot of Medrões, was a deputy in the General and Extraordinary Courts of 1821-1822, with several interventions. Initially a regal professor of Latin grammar, before taking ecclesiastical orders, Inocêncio de Miranda published, among others, a text that can be classified as a constitutional catechism – “The Lusitanian Citizen: brief compendium in which the fruits of the Constitution are demonstrated, and the constitutional citizen’s duties towards God, towards the king, towards the country, and towards all his fellow citizens; dialogue between a liberal and a servile, Abbot Roberto and D. Julio “(Lisbon, 1822). The communication seeks to place the deputy in the political context, revisit his parliamentary interventions and highlight the relevance of the referred text, as well as record the reactions he aroused in the context of the implementation of liberalism.

Keywords:

Liberalism, Parliamentarians, Political catechism