Magistrados e profissões jurídicas sob o signo da Revolução Liberal

Magistrates and legal professions under the sign of the Liberal Revolution

Fátima Moura Ferreira
Laboratório de Paisagens, Património e Território Lab2PT/Departamento de História – Universidade do Minho

A proposta de comunicação estrutura-se em dois momentos. Em primeiro, é problematizado o papel dos juristas enquanto grupo organizado de interesses na construção do Estado Moderno Contemporâneo. O cerne da análise centra-se no questionamento da dupla condição do jurista liberal. De um lado, enquanto agente defensor da destruição das estruturas societárias e políticas Antigo Regime. Por outro lado, enquanto protagonista de novas ideias e de propostas relativas à construção de uma ordem liberal (C. Charle). Em segundo lugar, interrogam-se as representações e as dinâmicas sociais deste grupo no plano das configurações do político e da política sob o prisma da experiência do constitucionalismo liberal (P. Rosanvallon). A análise centra-se na abordagem identitária das profissões jurídicas, numa perspetiva de história comparada. (A. Hespanha).

Palavras-chave:

Magistrados e profissões jurídicas, Revolução Liberal, Construção do Estado Contemporâneo


The communication proposal is structured in two stages. First, the role of jurists as an organized group of interests in the construction of the Modern Contemporary State is problematized. The core of the analysis focuses on questioning the dual status of the liberal jurist. On the one hand, as an agent defending the destruction of the social and political structures of the Old Regime. On the other hand, as a protagonist of new ideas and proposals related to the construction of a liberal order (C. Charle). Second, the representations and social dynamics of this group are questioned in terms of the configurations of the politician and politics from the perspective of the experience of liberal constitutionalism (P. Rosanvallon). The analysis focuses on the identity approach of the legal professions, from a perspective of comparative history. (A. Hespanha).

Keywords:

Magistrates and legal professions, Liberal Revolution, Contemporary State Building