O impacto das revoluções liberais de 1820 de Portugal e Espanha nos processos de independência latino-americana. O caso do Peru, Chile e Bolívia

The impact of the Liberal Revolutions of 1820 of Portugal and Spain on the processes of Latin American Independence. The case of Peru, Chile and Bolivia

Juan Marchena Fernandez
Departamento de Geografia, Historia y Filosofia – Universidade Pablo de Olavide, Sevilla, Espanha

1820 marca um antes e um depois nos processos de independência da região andina. O que aconteceu nas metrópoles portuguesa e espanhola, definitivamente afetou os eventos políticos e militares que vinham se desenvolvendo na região: de um lado, porque as autoridades coloniais, até então conservadoras e absolutistas, recebiam ordens agora de um governo liberal na direção oposta àquelas que lhes tinham vindo recebidas desde 1815. De outro, a mesma oficialidade militar de origem liberal acabou por destituir a alguns altos oficiais absolutistas, substituindo-os por outros afines com suas ideias. Em outros casos, ocorreu o fenómeno oposto: diante do medo de uma extensão da revolução liberal no continente americano, alguns patriotas optaram por aprofundar e acelerar a causa da independência. Como é observado, encontramo-nos em um mundo de paradoxos que merece a pena conhecer e estudar.


1820 marks a before and an after in the independence processes of the Andean region. What happened in the Portuguese and Spanish metropolises definitely affected the political and military events that were taking place in the region: on the one hand, because the colonial authorities, hitherto conservative and absolutist, were now being ordered by a liberal government in the opposite direction to those that they had been received them since 1815. On the other hand, the same military official of liberal origin ended up destitute to some high absolutist officials, replacing them with others similar with their ideas. In other cases, the opposite phenomenon occurred: in the face of fear of an extension of the liberal revolution on the American continent, some patriots chose to deepen and accelerate the cause of independence. As noted, we find ourselves in a world of paradoxes that is worth knowing and studying.